quinta-feira, 30 de junho de 2011

Título: Ainda não sei...


Todas as nossas almas estão escritas nos nossos olhos.
Edmond Rostand


Cogumelo vida efêmera, beleza rara... logo fenece
Cida


Frágeis e fortes
casal de canarinhos
aconchegante ninho.
Maurélio Machado





Visagem
ora aparecem
ora desaparecem
       flores na neblina     
Alice Ruiz



Quem não compreende um olhar,
tampouco compreenderá uma longa explicação
Mário Quintana


Belo Projeto
Projeto "Doe vida, partilhe o amor"
Incentivar e promover a construção de uma cultura de solidariedade são aspectos que fazem parte da missão marista de educar crianças e jovens. Sob essa perspectiva, o Colégio Marista Maria Imaculada desenvolveu o projeto Doe vida, Partilhe o amor, que contemplará diferentes doações, como de sangue, órgãos e medula óssea, representando um gesto de afeto e de respeito à preservação da vida que envolve toda a comunidade. Assim, é possível conscientizar o estudante sobre a importância da sua participação no meio em que vive.
A doação de sangue, que faz parte do calendário escolar desde 2000, passa a ser uma das etapas do Doe Vida. A campanha de captação de doadores visa aliar o aprendizado de sala de aula ao trabalho prático. Neste caso, em específico, são reforçados os conteúdos de Biologia, especialmente em histologia, fisiologia e genética do sangue. Já a ação voluntária e comunitária possibilita a partilha de experiências e conhecimentos entre professores, estudantes, funcionários e famílias.
Nesta quinta-feira aconteceu no Colégio mais uma vez a coleta de sangue.


Se temos de esperar,
que seja para colher a semente boa
que lançamos hoje no solo da vida.
Se for para semear,
então que seja para produzir
milhões de sorrisos,
de solidariedade e amizade
Cora Coralina


Solidariedade é o amor em movimento

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Para não passar em branco

fim de tarde
depois do trovão
o silêncio é maior
Alice Ruiz

Pois é

Fica difícil não falar. Mas já que patrolaram e encascalharam o trecho não pavimentado da rua Reomildo Domingos Weirich, pergunto: Porque não fazer um serviço bem feito???


Rua Reomildo Domingos Weirich

Triste Constatação

Sempre antes de fotografar o automóvel do deficiente "Social" ocupando a vaga de deficiente físico eu verifico se tem o selo, e de novo, não tem, ou seja, é um deficiente "social" mesmo.

Rua Dona Carlinda - Em frente a Casa Legislativa


terça-feira, 28 de junho de 2011

Só espiando


basta um galhinho
e vira trapezista
o passarinho
Alice Ruiz





 O frio surpreende
Quem, de verdade, a cidade
jamais compreende
Marcelo


Dia 8 de junho na postagem http://deolhoemcanela.blogspot.com/2011/06/ah-se-arrependimento-matasse.html chamei atenção dos fiscais do código de posturas, sobre uma obra na Rua Reomildo Domingos Weirich no Bairro Palace Hotel. Só para constar: a obra continua obstruindo a valeta e como conseqüência acumulando água no leito da rua causando buracos.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Olhadelas


SOBREVIVENDO
Elmira Nunes
Sou sobrevivente
dos ventos de outono,
avesso dormente,
revirada e ferida.
Levando na lida
a carga silente
do que vivo e penso,
nunca ando só.
Sou amor sem apego,
saudade sem dor,
reverso sem cor,
vou sobrevivendo.








Canarinhos
sinfonia de cantos
nos madrigais.
Maurélio Machado



domingo, 26 de junho de 2011

Domingo meu

Passei o dia na cama com ela... Aliás, ela ja esta me chamando!!!

Minha bolsa de água quente
Fui!!!! Boa noite

sábado, 25 de junho de 2011

Sabadão frio

Imagens... Só imagens


Queen Cover - Praça João Corrêa
 




Rafael Fraga - Casa de Pedra

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Dia de fog no reino de Canelot

No stonehenge do Reino



 No jardim da minha mãe


No jardim da Pati





 Na rótula da Praça


 Na festa junina Praça João Corrêa

 Eles são demais!!!


Na festa junina da Terra Turismo no Hotel Fazenda Pampas